Prepotência médica

Fibromialgia

Essa tira faz muito mais sentido e tem muito mais graça pra quem é da área. Acho que o público leigo merece uma explicação… A grande questão aqui é o difícil manejo dos pacientes que tem fibromialgia. São dores generalizas, de difícil controle, e “quase” sempre associadas à transtornos psiquiátricos diversos, como depressão e ansiedade. Há quem acredite até que a doença seja exclusivamente psiquiátrica… Seja o que for, são muitas queixas associadas, todas muito inespecíficas, sem relação entre si, que associadas à ansiedade do paciente, tornam o trabalho do médico muito difícil… Cobram diagnósticos que não existem, acham que tem inúmeras doenças, ou não acreditam que o fator emocional seja de fundamental importância. Só quem lida com esse tipo de paciente é que sabe o quanto é complicado.

Álcool e direção

Motivacional

Zumbizada